Vamos Falar a Verdade:


Meirelles fica, pois se sair, perde a imunidade ministerial e os processos por evasão de divisas começam a correr.

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, desistiu de disputar as eleições de 2006 e não vai filiar-se agora a nenhum partido político. Meirelles tomou a decisão a pedido do presidente Lula da Silva e do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, que hoje fez mais um apelo para que ele permanecesse no cargo e desistisse da disputa. Meirelles comunicou sua decisão hoje, às 15h30, ao presidente do Diretório Regional do PTB em Goiás, deputado Jovair Arantes, a quem agradeceu pelo empenho dos petebistas, que queriam que ele concorresse ao governo de Goiás.

<< Home