Uai ! Tira esse trem daqui !


Estado de Minas.
O ex-prefeito de Contagem Ademir Lucas (PSDB) rechaçou ontem, em depoimento à Polícia Federal (PF), que tenha recebido dinheiro das contas do empresário Marcos Valério.Ele deixou a sede da PF de Belo Horizonte sem conversar com a imprensa. A cunhada de Ademir Lucas também foi ouvida pelos delegados da PF. Irmã da deputada Vanessa Lucas, mulher do ex-prefeito, Walquíria teria sacado R$ 212 mil em 26 de outubro de 2003. O seu nome consta da lista encaminhada à CPI pela Coaf. Walquíria afirmou que, na época, estava num período de gravidez de alto risco e que estaria em casa, inclusive, impossibilitada de se locomover”. Outra pessoa ligada ao ex-prefeito também é suspeita de ter recebido vantagens da SMPB Comunicação. Trata-se da ex-secretária de Comunicação de Contagem Sandra Rocha. A agência de Marcos Valério foi contratada pela administração de Ademir em 7 de novembro de 2001. O valor do serviço foi de R$ 2 milhões, tendo o contrato recebido 11 termos aditivos, o que prorrogou a relação entre a SMPB e a prefeitura até 7 de dezembro de 2004, ou seja, poucos dias antes de o tucano deixar o cargo.

<< Home