Três Dias Atrás Já Estava Aqui! PF Muito Lenta!


Ver nota anterior.

Globo-On.

Uma pesquisa feita no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revela que Severino Cavalcanti Junior, filho do presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, declarou gastos de apenas R$ 32,12 à Justiça Eleitoral durante a campanha de deputado estadual por Pernambuco em 2002.

O volume de gastos está bem abaixo do cheque de R$ 7.500 que Gabriela Kênia S. S. Martins, secretária do presidente da Câmara, sacou da conta do empresário Sebastião Augusto Buani e que teria sido usado na campanha do filho de Severino.

Segundo a Polícia Federal, a diferença entre os dois números demonsta a tese de Gabriela Kênia de que Buani teria feito uma doação eleitoral a Severino Junior. O filho de Severino morreu em agosto de 2002 num acidente automobilístico.

<< Home