Severino Acertou Com Lula Apoio a Sua Região e Garantia de Sua Eleição a Deputado em 2006


Com renúncia na quarta-feira, eleição do novo presidente deve ocorrer até dia 27 de setembro.

Agencia FOLHA.

O presidente da Câmara, Severino Cavalcanti (PP-PE), deve renunciar ao cargo na próxima quarta-feira com a leitura de um discurso no plenário da Casa.

Segundo apurou a Folha Online, apesar de aliados de Severino continuarem a afirmar que nenhuma decisão foi tomada, o presidente da Câmara já teria decidido abandonar o cargo. Dessa forma, Severino antecipa-se ao processo de cassação de seu mandato por quebra de decoro parlamentar e fica liberado para tentar se eleger deputado federal novamente em 2006.

Caso fosse cassado, ele permaneceria inelegível por oito anos.Caso a renúncia de Severino seja confirmada, a presidência da Câmara será assumida pelo primeiro vice-presidente, deputado José Thomaz Nonô (PFL-AL), por um período de cinco sessões -esse é o prazo para a eleição de um novo titular.

<< Home