Salve-se Quem Puder!


Elio Gaspari -Globo.

Quando Severino Cavalcanti diz que, “se quiserem me cassar, vai ser um salve-se quem puder”, faz uma ameaça, quando deveria fazer promessa. Um “salve-se quem puder” é tudo com o que a patuléia sonha. Ela não tem interesse na salvação dos amigos, concessionários, portadores ou adversários de Severino Cavalcanti. Ele sugere que ao seu lado fiquem aqueles que lhe têm medo. Aninhando-se na bancada severina, o PT confirma a vinheta do chanceler Azeredo da Silveira (1974-1979): “Tem gente que atravessa a rua para escorregar na casca de banana que está na outra calçada.”

<< Home