Sacos e Sacos de Dinheiro


Se é dinheiro miúdo e se não é seriado, ou é de empresas de ônibus, ou da contravenção!

Folha de SP.

Daniel tinha sacos de dinheiro, diz faxineira

A Promotoria Criminal de Santo André (SP) diz não ter dúvidas de que o prefeito assassinado Celso Daniel (PT) participou do esquema de corrupção na prefeitura da cidade. A convicção dos promotores se sustenta no depoimento de duas pessoas, um garçom e uma mulher que trabalhou na casa do petista até o assassinato dele, em janeiro de 2002. O nome das testemunhas é mantido em sigilo.

O primeiro depoimento é da ex-empregada doméstica de Daniel. Ela disse que, cerca de oito meses antes do crime, encontrou três sacos plásticos abarrotados com notas de R$ 10, R$ 50 e R$ 100, em um canto da lavanderia do apartamento dele, cobertos por um lençol branco.

A mulher disse que não comentou nada com o prefeito e que, dias depois, o dinheiro tinha sido retirado do local.

<< Home