Republica do Lixo

Inquérito em fase final !

Estado de SP..

O delegado de Ribeirão Preto, informou que concluirá na próxima semana o inquérito sobre fraudes em licitações do lixo em cidades paulistas e mineiras. Já foram indiciados por formação de quadrilha Luiz Cláudio Leão, Barquete, Franzine, Fischer e o advogado Rogério Buratti, ex-secretário do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, na prefeitura de Ribeirão. A prioridade do delegado agora será tomar depoimentos em outro inquérito, sobre corrupção de agentes públicos e políticos, além de possíveis fraudes nas campanhas de 2000 e 2002. Segundo denúncia de Buratti, os ex-prefeitos de Ribeirão Preto Antonio Palocci e Gilberto Maggioni, ambos do PT, teriam recebido R$ 50 mil mensais de propina da Leão Leão. A investigação envolvendo Palocci, se avançar, ficará a cargo do STF. O ex-secretário de Maggioni na Casa Civil, Nelson Collela, que seria encarregado de receber e repassar a propina ao prefeito, será ouvido. Também deve ser intimada Sueli Santos, mulher do falecido Ralf Barquete Santos - ex-secretário da Fazenda de Palocci, que teria recebido o dinheiro da propina, entre 2001 e 2002, para repassá-lo ao chefe.

<< Home