República do Lixo! Presidente: Antonio Palocci!


Folha de SP.

O ex-gerente financeiro da gráfica Villimpress Luciano Maglia confirmou ontem à CPI dos Bingos a acusação, feita no fim de agosto ao MP de São Paulo, de que houve caixa dois na campanha do ministro Antonio Palocci (Fazenda) a prefeito de Ribeirão Preto em 2000. Esse mesmo esquema, envolvendo até compra de dólares, teria sido usado na campanha presidencial de 2002 em Ribeirão Preto, disse Maglia. O Ministério da Fazenda informou que Palocci não comentaria as acusações.

As acusações de Maglia e Buratti combinam em um ponto: o envolvimento da Leão Leão. Segundo Maglia, despesas com material publicitário eram pagas pela Leão Leão "por fora" em valores maiores que os gastos na campanha. Em 2002, a empresa teria desembolsado R$ 900 mil para a gráfica Villempress, das quais apenas R$ 300 mil teriam emissão de nota.

Maglia diz ter presenciado um encontro dentro da gráfica entre Juscelino Dourado, chefe-de-gabinete de Palocci até agosto, e Donizeti Rosa, ex-secretário de Governo da prefeitura em 2001 e 2002: "Eles orientavam para comprar dólares [com a verba do suposto esquema]. Acredito que o dinheiro tenha voltado ao PT".

<< Home