República do Lixo: e Quando Vier a Testemunha-Bomba Que Levava o Dinheiro?! 2


Estado de Minas
Documento apreendido pelo Ministério Público demonstra o pagamento de R$ 50 mil entre os meses de maio e dezembro

Hoje, a CPI dos Bingos retoma os depoimentos relacionados com a máfia do lixo, ouvindo o diretor-superintendente do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Donizete Rosa, e do ex-gerente-financeiro da gráfica Villimpress, Luciano Maglia. Rosa tem o nome citado várias vezes nas conversas grampeadas a pedido do Ministério Público (MP) em São Paulo, durante a investigação de um esquema envolvendo licitações de coleta de lixo. Ele aparece nas conversas como intermediador de contatos feitos entre a prefeitura e a Leão Leão, acusado de fraudes em concorrência pública. Foi Rosa quem substituiu o ex-secretário de Governo da administração municipal Rogério Buratti no cargo na gestão de Palocci como prefeito, quando ele teve de deixar a função, depois de ter sido acusado de fraudar licitações. Dados do sigilo telefônico de Buratti revelaram que Rosa ligou sete vezes para o advogado em 2003, quando presidia a Câmara de Ribeirão Preto e recebeu do advogado outras cinco ligações. Em 2004, como secretário de governo da prefeitura, Rosa recebeu três telefonemas.
Blog do Cesar Maia

<< Home