PT Paga Mensalão a Deputados da Direita Votarem Leis Neo-Liberais


Entrevistra do sociólogo Laymert Garcia dos Santos no caderno ALIÁS do Estado de SP. Trechos.
-E, assim, se chega ao paradoxo de um governo de esquerda, do Partido dos Trabalhadores pagando mensalão para deputados da direita votarem leis neoliberais. Basta pensar nesse enunciado, e já temos o curto-circuito que aconteceu no governo Lula. Ora, se as leis são neoliberais, como são, por exemplo, a da reforma da Previdência e a de biossegurança, os deputados que são favoráveis ao capitalismo tal como aí está não precisavam ser pagos para votar, certo? Agora, ter um governo de esquerda que paga por essas votações é um paradoxo.

- Para a geração de até 30 anos a percepção é de um horizonte negativo. A descrença é total. O problema principal é o horizonte negativo. Seria preciso reinventar a política, mas onde estão as forças capazes de fazê-lo? E na geração dos 20 anos o descrédito na política é uma coisa muito perigosa.

- É o mercado que diz o que pode e o que não pode, é ele que estabelece os limites. Lula, a mídia, os políticos, os empresários, todo mundo está celebrando a maturidade da sociedade brasileira porque a economia não se deixa contaminar pela instabilidade política. Para mim, isso deveria ser visto como a manifestação cabal de que "está tudo dominado" e de que a classe política se torna irrelevante.

- Por isso, o sociólogo Francisco de Oliveira e eu concordamos que nem faz sentido discutir o impeachment de Lula, porque ele já foi impedido politicamente lá atrás. O que ele faz é uma figuração patética, cena para os estratos mais pobres da população.

- Eu acho fantástico todo mundo dizer que a política não pode prejudicar a economia. Mas e se foi a economia que criou essa situação política?
log do Cesar Maia

<< Home