PT Orienta o Caixa 2


Jornal do Brasil.

Em carta enviada à Executiva Nacional do PT, dois presidentes de diretórios municipais de Rondônia acusam o diretório estadual do partido de usar dinheiro de caixa dois na campanha eleitoral de 2004. Êles afirmam que foram orientados a não declarar parte das verbas recebidas do diretório estadual para a campanha, na prestação de contas apresentada à Justiça Eleitoral. Segundo eles, ''o recurso não tinha origem''. -Dois assessores da senadora e presidente estadual do partido, Fátima Cleide, em visitas a municípios do Estado autorizaram dirigentes municipais a gastarem de R$ 30 mil a R$ 40 mil para candidaturas a prefeitos do PT - afirmam na carta. Os dois presidentes municipais declararam que foi entregue ao todo R$ 650 mil à coordenação de campanha dos municípios ou aos próprios candidatos. O dinheiro foi distribuído em quantias fixas de R$ 12 mil a R$ 25 mil para cada cidade, em espécie, na sala da tesouraria do diretório estadual do partido em Rondônia. - No entanto, foram informados que não era possível a contabilização uma vez que a doação não havia sido formalizada, portanto, que o recurso não tinha origem , dizem.

<< Home