Peixe Vivo


A coisa em Minas Gerais está ficando feia! E aquela lista que o deputado do PT vazou e que era falsa? Qual é a verdadeira?

Folha de SP.
O Ministério Público estadual de Minas Gerais investiga o pagamento de R$ 1,673 milhão feito pela Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) à SMPB Publicidade, do empresário Marcos Valério, durante a campanha eleitoral de 1998, quando o então governador, senador Eduardo Azeredo, disputou a reeleição,tendo sido derrotado por Itamar Franco. A Cemig repassou o dinheiro à SMPB no dia 21 de outubro, como pagamento pela produção de revistas, folhetos e cartazes destinados a uma campanha de divulgação de uso eficiente de energia. No dia seguinte ao depósito, a empresa de Valério transferiu R$ 1,1 milhão em DOCs (Documentos de Ordem de Crédito) para contas de diversos candidatos no Estado.

Blog do Cesar Maia

<< Home