Oito mil documentos enviados de NY , definiram a acusação contra Maluf

O procurador da República Pedro Barbosa Pereira Neto deverá endossar o pedido da Polícia Federal sobre a necessidade de prisão de Paulo Maluf. Ele está examinando o inquérito que a PF concluiu sobre US$ 161 milhões que o ex-prefeito teria remetido para contas no Banco Safra de Nova York, por meio de operações do doleiro Vivaldo Alves, o Birigui. O procurador considera que as provas contra Maluf são cabais. Sobre os papéis que a PF reuniu agora para pedir a custódia de Maluf estão cópias de 8 mil documentos bancários que o promotor distrital de Nova York, Adam Kaufmann, enviou às autoridades brasileiras. Os extratos foram liberados pela Suprema Corte do Estado de Nova York.

<< Home