O Doleiro do PT!


Globo.

Citado pelo doleiro Toninho da Barcelona como o homem que lhe repassou dinheiro do exterior para ser lavado para o PT, o também doleiro Dario Messer já foi investigado pela Justiça, juntamente com o irmão Paulo e o sobrinho Bruno. A família foi dona do Banco Dimensão, hoje FLPM Participações, que foi investigado por remessa ilegal de divisas que teriam sido desviadas do INSS, no início da década de 90; no lançamento de precatórios judiciais fraudulentos da prefeitura de São Paulo e dos estados de Santa Catarina, Pernambuco e Alagoas; na CPI do Banestado; e ainda nas remessas do escândalo do propinoduto. Também a Comissão de Valores Mobiliários investigou o banco.

<< Home