"Novo Hoje"


Comentário!

O novo -hoje- na verdade, é o diferenciado, e não o surpreendente. Neste sentido -ao contrário do que diz Gabeira- "o novo" vai valer muito.


Folha de SP.

"Todo o conteúdo messiânico de classe operária em Lula era o conteúdo dos nossos sonhos. [...] Hoje não há mais salvadores, não há mais salvação."

Segundo ele, o "novo", que não existe mais, não deve ser mais vislumbrado e que as próximas eleições devem se basear no pragmatismo. "Não serão grandes líderes [os próximos governantes], mas eles devem ter condições de responder a problemas que o PT não conseguiu resolver."

<< Home