Nelsom Jobim, PMDB e Presidência


Folha de SP - trechos.

Ganha força nas articulações internas do PMDB a possibilidade de o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Nelson Jobim, ser o candidato a presidente do partido. Uma eventual candidatura de Jobim depende da evolução da crise, do desfecho das investigações do Congresso e do nível de beligerância entre PT e PSDB nas eleições do ano que vem. Reservadamente, Jobim admite entrar na corrida sucessória, mas trata o assunto com cautela.

Nas disputas internas do PMDB, Jobim enfrenta menos resistência dos governadores e das diversas alas - o PMDB é uma confederação de caciques regionais. A Folha apurou que o presidente do Senado, Renan Calheiros, o presidente do PMDB, Michel Temer, o ex-governador Orestes Quércia e alguns dos sete governadores do partido são simpáticos a uma candidatura Jobim. O ex-governador Anthony Garotinho tem pouca chance na disputa interna. Hoje, não seria o candidato da cúpula. Uma eventual aliança do PMDB com o PSDB é bem difícil. Os peemedebistas avaliam que os tucanos dariam preferência a um entendimento com o PFL.

<< Home