Naji Nahas e o PT! Intimidade, Política, com o "Mercado"


Estado de Minas.

Informações colhidas pelo deputado Sílvio Torres (PSDB-SP), da CPI dos Correios, revelam rastros do megaespeculador Naji Nahas nos contatos mantidos entre membros do PT e a Portugal Telecom, no início deste ano. Naji Nahas teria ido a Lisboa no primeiro bimestre, acompanhado de Delúbio Soares, ainda tesoureiro do PT, e de Luis Favre, marido da ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy. Lá, de acordo com as informações que chegaram a Sílvio Torres, o grupo jantou no restaurante O Nobre, um dos mais sofisticados da cidade, com três diretores da Portugal Telecom. Não é o único elo entre Nahas e o caixa 2 do PT. A corretora Bônus Banval, pertence a Breno Frischberg, tradicional corretor de valores do mercado financeiro paulista. Operadores experientes da praça paulista dizem que, em 1992, Frischberg atuava na Distribank DTVM, a mesma em que Nahas operou após o escândalo da Bolsa do Rio, em 1989. As relações de Naji Nahas com o governo Lula são evidentes. No dia 25 de fevereiro do ano passado, o megaespeculador foi convidado ao Palácio do Itamaraty para o banquete em homenagem ao príncipe Bandar, da Arábia Saudita. Depois, integrou a comitiva que foi garimpar negócios no Oriente Médio, em uma das viagens internacionais do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Blog do Cesar Maia

<< Home