Mentor Tentar se Explicar


Mentor -o deputado relator da CPI do Banestado- se explica antes de falar à PF. Pode explicar tudo, mas a relatoria da CPI do Banestado,será dificil, pelas ausências de certos bancos e tantos doleiros.

O Globo


O deputado José Mentor (PT-SP), ex-relator da CPI do Banestado, já está na Polícia Federal para prestar depoimento. Em uma nota distribuída à imprensa, Mentor diz: - "Não recebi mensalão nem qualquer outra vantagem para votar com o governo".

Negou que tenha sacado dinheiro em agências do Banco Rural, um dos bancos usados pelo empresário Marcos Valério , acusado de ser o operador do mensalão, para fazer repasses a parlamentares da base governista. Mentor é suspeito de ter recebido R$ 120 mil de empresas de Valério. Segundo ele, quem recebeu o dinheiro foi o escritório de advocacia José Mentor Pereira Melo de Souza e advogados associados, do qual ele é sócio. E sobre a CPI disse: - "Investiguei todas as pessoas físicas e jurídicas, inclusive os bancos, da mesma maneira, de forma republicana. Não houve nenhum tipo de favorecimento a ninguém".

<< Home