A Manipulação da Verba Publicitária no Governo Lula


Com a concentração em menos empresas estatais,fica claro o uso político da publicidade, e a mais fácil manipulação.


Folha de SP.
A chegada do PT representou uma nova tendência para a distribuição de verbas publicitárias estatais. Sob Lula da Silva, 86,3% de tudo o que o governo gasta com propaganda ficou concentrado em apenas seis anunciantes estatais. Nos últimos dois anos de FHC, em 2001 e 2002, eram necessários de 19 a 20 órgãos federais para consumir mais de 86% das verbas publicitárias estatais.

Com Lula no Planalto e seu amigo Luiz Gushiken comandando a propaganda federal, poucos dirigentes estatais passaram a ter um imenso poder no mercado publicitário.Agências de publicidade e marqueteiros são protagonistas da atual crise política.

As empresas SMPB e DNA (Banco do Brasil).Duda Mendonça(Presidência e Petrobrás. O Banco do Brasil respondeu, sozinho, por 25,6% de tudo e a Petrobras, com 20,5%.

<< Home