Mais contra o eixo Dirceu-Marques/ Valério-Delúbio


Jornal do Brasil.

''Delúbio indicou Roberto Marques''
Marcos Valério disse à PF que o então tesoureiro do PT Delúbio Soares indicou o nome de Roberto Marques como um dos autorizados a sacar recursos repassados por ele à corretora Bônus-Banval. Na lista entregue por Marcos Valério à CPI dos Correios e à Procuradoria Geral da República, com as pessoas autorizadas a sacar, existe o nome de ''Roberto Marques''. José Dirceu, é acusado de ter um assessor com esse nome, mas afirma que Roberto Marques, a quem chama de ''Bob'', é apenas ''um amigo''. No entanto, Dirceu e seu ''amigo'' negam qualquer envolvimento com os saques. Segundo Marcos Valério, Enivaldo Quadrado, um dos sócios da corretora, autorizou os empregados Luiz Carlos Mazano, Benoni Nascimento de Moura e Áureo Marcato a sacarem cheques emitidos pela SMPB, agência de publicidade de sua propriedade, no Banco Rural da Avenida Paulista. Mazano teria substituído Roberto Marques como o destinatário de um dos pagamentos determinados por Delúbio. - O nome de Roberto Marques foi indicado por Delúbio Soares - disse Valério à PF. Em nenhum momento ele citou o nome de José Dirceu.

<< Home