Mais Abraço de Afogado


Perguntar não ofende: -Se a saída de Severino -sob investigação- é pedida... não seria um mesmo caso?

Globo-On.


— O relator da CPI dos Correios, deputado Osmar Serraglio, afirmou nesta segunda que a comissão vai investigar as relações entre Marcos Valério e a campanha de campanha de reeleição ao governo de Minas Gerais de Eduardo Azeredo, em 1998.

Hoje, Azeredo é senador e presidente nacional do PSDB. “Não há possibilidade de isso não ser investigado. Metade da CPI é favorável a dar seqüência ao inquérito lá atrás”. Ele disse que Azeredo não foi incluído no primeiro relatório parcial, divulgado na semana passada, porque o documento só tratou dos parlamentares implicados nas denúncias do mensalão.

O empresário admitiu em depoimento ao Ministério Público que fez um empréstimo de R$9 milhões junto ao Banco Rural e o repassou para a campanha de Azeredo.

<< Home