A Mais Aberta Intromissão do Governo no Congresso!


Coluna de Fernando Rodrigues na FSP.

Mas a eleição de hoje para presidente da Câmara marcará a mais aberta operação recente de intromissão do Poder Executivo sobre o Congresso.

Em setembro o governo liberou mais verbas do Orçamento para deputados e senadores do que nos oito meses anteriores. Os três ministros do PMDB tiveram uma reunião com Lula para montar uma operação a favor do candidato oficial à presidência da Câmara, Aldo Rebelo. Candidatos e seus representantes foram chamados ao Palácio do Planalto para "conversar" e conhecer argumentos palpáveis e concretos a favor do comunista Aldo.

Em troca de apoio, o PL ouviu até a promessa de que receberia um ministério -possivelmente o da Educação. Faz sentido. Ao dar essa pasta para um partido citado no escândalo do "mensalão", Lula tentará disseminar pelo Brasil a cultura que já implantou dentro do Congresso. O fascinante é toda essa parafernália não ter sido suficiente ontem para clarear o cenário.

<< Home