Magela Sai Por Política e Não Por Denúncia!


No caso... qual a diferença?

Ag. Estado.

O presidente demissionário do Banco Popular do Brasil, Geraldo Magela, disse há pouco que acertou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, há cerca de 60 dias, a sua saída do cargo. Magela argumentou que permanecendo no cargo não poderia "fazer política" e que é essa a sua intenção daqui para a frente.

Magela também assegurou que a sua saída do Banco Popular do Brasil não tem qualquer relação com as denúncias na CPI dos Bingos, sobre a utilização de recursos irregulares para a campanha eleitoral de 2002. Segundo Magela, isso já ficou mais do que esclarecido e que está processando o autor das denúncias, o ex-assessor da Casa Civil, Waldomiro Diniz.

<< Home