Irmãos de Celso Daniel Contam Tudo no Programa do Jô


Primeira Leitura.

João Francisco Daniel e Bruno Daniel estiveram no começo desta madrugada no Programa do Jô para falar sobre o assassinato de Celso Daniel. João Francisco, repetiu, agora com mais detalhes, a denúncia de que Gilberto Carvalho, hoje chefe de gabinete de Lula e, à época, assessor de Celso, lhes teria confidenciado que havia, sim, um propinoduto na cidade para desviar recursos para o partido.

Segundo os irmãos, no dia 26 de janeiro, depois da missa de sétimo dia, os três se encontram na casa de João Francisco. Gilberto lhes teria dito que o então vereador e secretário de Obras, Klinger de Oliveira, o empresário Ronan Maria Pinto e Sérgio Sombra eram os responsáveis pelo esquema. Ele, Gilberto, “morrendo de medo” teria levado, certa feita, R$ 1,2 milhão em dinheiro vivo para o então presidente do PT, José Dirceu.

Os irmãos admitiram que, “infelizmente”, Celso considerava aceitável desviar recursos para o partido.

<< Home