"A Inteligência Rarefeita dos Partidos"


O deputado federal Fernando Gabeira (PV-RJ) afirmou hoje, durante sabatina da Folha, que as próximas eleições serão muito mais "realistas", sem a presença de "grandes líderes". "A tendência, agora, é de pragmatismo", disse ele. "Não há mais salvadores. Há processos de recuperação, mas sem características messiânicas", afirma. Gabeira afirmou que a crise atual fez a esquerda brasileira rever conceitos, como a de que um operário teria um papel revolucionário nos processos de transformação da sociedade brasileira. Ele também descrê da capacidade dos partidos brasileiros, onde afirma que "a inteligência é rarefeita", de enfrentar a crise e apresentar novas propostas, crítica que estende ao seu próprio partido. "Eu sou muito crítico com relação ao meu partido. Acho que eles não têm massa crítica para avaliar essa crise, de refazer sua tese a cada situação nova", diz.

Blog do Cesar Maia

<< Home