Informações e Comentários de 'Le Monde', de Hoje, Sobre as Eleições Parlamentares Polonesas Deste Domingo


30 milhões de eleitores escolherão os 460 Deputados e 100 Senadores, por um mandato de 4 anos. Segundo as últimas sondagens, o Partido do Direito e da Justiça (PiS), de tendência conservadora, teria de 31 a 33% dos votos, contra a Plataforma Cívica, de vocação liberal, com cerca de 29%; O Partido Samoobrona, de vocação populista, chegaria em terceiro lugar, com de 10 a 12% dos votos, à frente da Liga das Famílias Polonesas (LPR), ultra-católico e nacionalista, com 9%; o Partido Social Democrata (SLD), pós comunista, alcançaria menos de 8% dos votos.

A espetacular derrota da esquerda estaria relacionada com uma série de escândalos de corrupção, abuso de poder e nepotismo. Seguros de uma maioria confortável, o PO e o Pis prometeram formar uma coligação, embora hajam ocorrido algumas divergências entre ambos nas últimas horas da campanha eleitoral.

O vencedor indicará o Primeiro Ministro; tudo indica que ele será o Presidente do Pis, Jaroslaw Kaczynski, 56 anos, ao passo que o PO propõe um jurista da Cracóvia, Jan Rokita, 46 anos.

<< Home