Imperdível


Eduardo Galeano, autor de As Veias Abertas da América Latina

No Caderno 2 do Estado de SP.
"Ninguém tem o direito de maltratar a esperança"

"O Brasil é um país que sinto como se fosse meu, é uma velha ligação... O que mais me dói nisso tudo, mais que esse escândalo, que para mim foi imprevisível, é essa explicação que circula: "Por que tanta confusão se isso sempre aconteceu?". Se o PT chegou ao governo, como uma força nova encarnando a esperança coletiva, não era para repetir a história. Era para mudá-la. Então, para que nasceu? Para que existe? Tanto sacrifício, para quê? Nenhuma força tem o direito de maltratar assim a esperança da qual é portadora.

Quando eu era jovem, trabalhava no semanário uruguaio Marcha, e meu mestre em jornalismo, e não só em jornalismo, foi o diretor do semanário, Carlos Quija‡o. Ele sempre dizia: "Está proibido pecar contra a esperança. É o único pecado que não tem perdão." Naquela época, eu achava que a frase era bastante pomposa. Com o passar do tempo, aprendi quanta razão tinha dom Carlos. Não se pode brincar com a fé do povo, essa expectativa popular da transformação da realidade dentro da ordem democrática que Lula encarnou. O pecado contra a esperança vira pecado contra a democracia. É gravíssimo o que está acontecendo.
Blog do Cesar Maia

<< Home