Gravações de Buratti Incriminam Palocci, Delúbio, Silvio e Casa Civil


Estado de Minas.

Conversas telefônicas gravadas com autorização da Justiça revelam ligação entre o lobista e o esquema de caixa 2 do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. Novos dados do sigilo telefônico de Buratti também mostram contatos, em 2003, do ex-assessor de Palocci na Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) com o então secretário-geral do PT Silvio Pereira. De acordo com informações obtidas pela reportagem, além do gabinete do ministro Palocci, Buratti também foi recebido na Casa Civil em 2003, antes do escândalo Waldomiro Diniz. Diálogos captados pelas interceptações telefônicas em 2004 durante investigação da Máfia do Lixo pelo Ministério Público em São Paulo, a que a reportagem teve acesso, sugerem esquemas suspeitos. Num deles, Buratti e Wladimir Poleto, que também foi assessor de Palocci em Ribeirão Preto, mencionam Delúbio Soares. Poleto trabalha hoje como consultor do Banco Prosper.

Os grampos, captaram ligações feitas por Buratti entre fevereiro e setembro de 2004. Ele e seus interlocutores conversam de forma telegráfica, evitando citar nomes de pessoas, pois suspeitavam de grampo, o que foi revelado num dos diálogos. Em 2003,, em agosto e em setembro, Buratti manteve diversos contatos por telefone com Silvio Pereira. No dia 10, o lobista ligou para o celular de Pereira e para a sede do PT nacional, em São Paulo. No dia seguinte, o ex-secretário-geral do PT ligou duas vezes para Buratti. No mês passado, foram descobertas seis ligações de Buratti para a casa do ministro Palocci. Agora, apareceram outros sete telefonemas, no total de 13. O lobista também recebeu uma ligação de quase um minuto da casa de Palocci no dia 19 de março de 2003.
Blog do Cesar Maia

<< Home