"Grampo" em Conversa de Doleiros Ajuda Maluf


Estado de SP.
TELEFONEMA ENTRE OS DOLEIROS VIVALDO ALVES, O BIRIGÜI, E RICHARD OTTERLOO, EM 11 DE JULHO
BIRIGÜI: No fim, no fim o cara falou a história que não fecha , alguns pagamentos você tem que falar que fez aqui, entendeu? Aí o que eu falei que eu havia recebido alguns pagamentos, alguns recebimentos aqui em vivo e paguei em vivo.
OTTERLOO: Entendi.

BIRIGÜI: Pra sair fora da evasão, tá?
OTTERLOO: E você acha que vai ter algum desdobramento mais pra frente em relação a você ou você acha que parou por aí por enquanto? Ou você acha que o cara deixou a porta aberta e você acha que poderia voltar a te chamar?

BIRIGÜI: Por ele, por ele, no inquérito eu acho que pára por aí... agora do procurador eu acho que sobra alguma coisa pelo que foi, que transpirou por ele, porque ele me disse claramente: eu não vou prometer para você o que eu vou fazer, eu vou ver juridicamente o que dá pra fazer, entendeu? Mas eu acho que no Ministério eu vou ser denunciado. A impressão que me deu é que eu vou ser denunciado com penas bem leves e que elas já estão prescritas.
OTTERLOO: Sim, sem dúvidas, porque isso tem mais de cinco anos já.

BIRIGÜI: Aliás, tem sete, né. Entendeu, então. Do delegado, ele terminou dizendo pra mim no final o seguinte: olha, no final disso tudo eu vou te dar um presente. Então, eu entendi que ele vai me aliviar no inquérito dele. Foi isso que eu entendi. Não sei.
BIRIGÜI: A coisa é bem outra, entendeu. Porque a hora que ele percebeu que eu ia falar, entendeu. Mas isso ele já percebeu de cara. A coisa mudou. Não fui pressionado pelos procuradores, por nada. Eles sabiam que tava ali fazendo uma coisa e que não era minha, entendeu? Eles precisavam exatamente de um de um trunfo ou de uma coisa para chegar onde eles querem. Você não imagina o que eles têm de papel.

OTTERLOO: Mas esse filho e o pai são bem mau caráter. Eles são...eles não se preocupam em momento nenhum, pelo visto, em se colocar à disposição para ajudar, para pagar as despesas, para dar qualquer tipo de auxílio, porque na verdade o auxílio não era pra você, era pra eles. Esses caras são muito burros. Eles ficam regulando 50, 100 mil dólares, pra botar um advogado à disposição pra acompanhar o caso e defender eles mesmos.
BIRIGÜI: Sabe o que o Protógenes falou pra mim: pode desfazer o acordo que você fez, e pode fazer o teu negócio, porque ninguém vai te incomodar não.

OTTERLOO: Tá brincando?
BIRIGÜI: Tô falando sério. Juro pelas minhas filhas. Falou: ó, ninguém vai te incomodar, nós abrimos e fechamos quem nós queremos, porque nós sabemos de tudo.
Blog do Cesar Maia

<< Home