Getúlio Vargas em seu gabinete


Trechos retirados do livro de depoimentos de Amaral Peixoto,(centenário esse ano), lembrando quando foi ajudante de ordens de Getulio Vargas.


1. O chefe da Casa Civil fazia os contatos do Dr. Getulio com o mundo intelectual, com a imprensa e em parte com o mundo político. Na verdade Dr. Getulio fazia os contatos políticos mais pessoalmente ou através de amigos.

2. Nunca um chefe da Casa Civil teve influência política direta. Mas grandes figuras passaram por lá.

3. Dr. Getulio era muito organizado. A noite quando terminava de despachar não havia um papel em sua mesa.

4. Ele nunca despachava os processos na presença de ministros.

5. Antes do jantar, Dr. Getulio ia pegando os processos e examinando-os um a um. O que era simples ele assinava imediatamente e o que não era tão simples ele colocava um lembrete e enviava a Simões Lopes, Alvim, Vergara, Alzira ou à Casa Militar. Quando tinha pressa recomendava: - Aquele caso que lhe mandei ontem tenho pressa.

6. A assessoria existia para ajudá-lo porque ele não tinha muito tempo. As vezes eram processos enormes. O Dr. Getulio descentralizava as decisões dessa maneira: Quando chegava alguém de sua confiança e dizia " Isto aqui é assim, assim, não é importante", ele assinava. Quando não queria assinar dizia: - Não, isso fica com você. As vezes ele mandava formar comissões para estudar determinados assuntos. Realmente era muito organizado.

<< Home