Folha de SP x O Globo


No Globo há uma entrevista de página inteira com o compositor Wagner Tiso dizendo que continua votando em Lula. Na Folha de SP há um manifesto de intelectuais dizendo LULA NUNCA MAIS.

Folha de SP.

Para barrar o que enxergam como operação unânime para blindar Lula e Palocci em nome da política econômica, um grupo de peso de intelectuais de esquerda divulgou ontem manifesto que defende a investigação rigorosa dos casos de corrupção, mesmo que leve ao impeachment do presidente Lula. "Exigimos que as investigações prossigam até o fim, inclusive aquelas que apontem em direção à Presidência da República e possam redundar na instauração de um processo de impeachment", diz o texto, produzido por professores da Unicamp e divulgado ontem no site da universidade.

De acordo com o manifesto -entre os quase 150 signatários estão o filósofo Paulo Arantes (USP) e os sociólogos Francisco de Olveira (USP) e Laymert Garcia dos Santos (Unicamp)-, há em curso um acordo para salvar Lula, parte do governo e parlamentares envolvidos no escândalo do "mensalão". "Há um grande acordo tácito para preservar o Planalto.

Nenhum dos fatos importantes em relação ao presidente e ao Palocci são investigados", afirma um dos idealizadores do texto, o cientista político da Unicamp Armando Boito. O ex-petista Francisco de Oliveira reforça as críticas a Lula: "Que ele não é inocente, não é. A não ser que ele seja mentecapto. Presidir um partido, chefiar um governo onde o partido dele está metido até a tampa e atuar como se nada acontecesse... Não sei se ele está metido, mas ingênuo nem ignorante dessas questões ele é".

<< Home