Fala Nelson Jobim no Seminário da FGV-SP


Nelson Jobim:

"A reforma mínima que está sendo discutida reduz a necessidade de produção dos programas de televisão, impede showmícios, impede esses instrumentos todos, como camisetas. Isso reduz enormemente o grau de despesas", "Diminuindo o arco dos gastos, possíveis e legítimos, você reduz a necessidade de recursos. Agora, se você não mexe na redução de recursos e mantém o arco de despesas amplo, evidente que isso será financiado por outros caminhos".

Comentário: Quanto a brindes, camisas, shows... tudo bem. Mas entregar aos meios de comunicação o monopólio do uso de imagens é dar a estes um poder desproporcional. Se for assim, será entregar a eles poder político. Certamente -esta lei Falcão mal disfarçada- não interessa aos meios de comunicação que não querem -e não podem- assumir responsabilidade política, porque não lhes cabe.

<< Home