Exclusivo! Interbrazil: Chegando ao Palocci


A empresa Interbrazil denunciada ontem pelo JN, como uma fornecedora do Caixa 2 do PT, fez o resseguro fraudulento da concessionária Triângulo do Sol, que administra 3 (três) rodovias no interior de São Paulo. O resseguro apresentado, como feito em um Banco espanhol, era falso.

A Susep, subordinada ao Palocci, é acusada de ter sido omissa na fiscalização da Interbrazil, após a denúncia desta fraude do resseguro feita pela Rede Globo (Jornal da Globo) em 05 de outubro de 2004.

A Concessionária Triângulo do Sol que teve esse resseguro fraudulento feito pela Interbrazil tem 2 sócios principais:

- O grupo português Somague (através de sua empresa no Brasil, a Braest Participações Ltda)
- A empreiteira Leão&Leão.



A Leão&Leão é acusada por Buratti de dar R$ 50 mil mensais ao Palocci. Já o Grupo Somague através de seu presidente Vaz Guedes, foi recebido pelo Palocci a pedido do Buratti. A existência dessa reunião foi negada por Palocci durante vários dias, mas, diante da confirmação do Grupo Somague, teve que admitir que realmente tinha recebido os portugueses a pedido do seu ex-assessor.

<< Home