Estado de Minas publica longa e detalhada matéria sobre patrimônio do deputado


Ver nota anterior.
Outro trecho pequeno da matéria do Estado de Minas.

A outra parte do patrimônio rural de Romeu Queiroz é de cair o queixo. Nas redondezas de Patrocínio pode-se ver parte da herança deixada pelas três milagrosas vacas girolando compradas em 1993. A Fazenda Veredas, antiga Esmeril, tem declarados 233 hectares. É dividida em 18 piquetes onde pastam leiteiras de alta linhagem. São ordenhadas mecanicamente num grande galpão junto à sede. Em Coromandel, a 70 quilômetros de Patrocínio, a Fazenda Sucuri, com dimensão declarada de 773 hectares, é uma legítima representante do poderio dos cafeicultores do Alto Paranaíba. O café do cerrado é atualmente o mais valorizado do País. Seguindo esse padrão, as lavouras da Sucuri são completamente mecanizadas e irrigadas, graças ao terreno suavemente ondulado. A colheita é feita por máquinas. Há máquinas de secar, de descascar e armazéns.

<< Home