Esquentando os Tamborins Para o Depoimento de Amanhã


Trecho da cluna da Sonia Racy -aprofundando as informações.
Ao que tudo indica, foi Dantas mais a Telefônica a estragarem o desenho sonhado pelo governo. A Telefônica iria comprar o que se chama hoje de Brasil Telecom. A Globopar mais a Telecom Itália ficariam com São Paulo e a Embratel com o Opportunity. Isso não aconteceu. Surpresa: a Telefônica comprou São Paulo e, ágil, Dantas se aliou à Telecom Itália, mais os fundos, e compraram a hoje chamada Brasil Telecom. A "telegangue" entrou sozinha para comprar a Telemar. Inconformado, consta que Mendonça de Barros fez de tudo para não deixar a Telemar nas mãos da "telegangue" e dos fundos de pensão. Tanto fez que a "telegangue" foi obrigada a se financiar no BNDES em 25% do capital da empresa. Havia vários bancos que queriam financiar a "telegangue" mirando o bom negócio: compraram a estatal pagando somente 1% de ágio. A reação da "telegangue" foi forte: a confusão dos grampos que acabou empurrando Mendonça de Barros e outros para fora do governo FHC.
Blog do Cesar Maia

<< Home