Energia: No Centro do Debate nas Eleições da Alemanha


A questão energética poderá tornar-se importante na parte final da campanha eleitoral na Alemanha, após as duas principais candidaturas terem entrado numa polêmica sobre o uso de energia nuclear. Em causa, estão a indústria de energia nuclear alemã e a promessa, aceita por todos os partidos, de ser abandonado este tipo de energia por volta de 2020. Os conservadores surgiram na campanha para defender o prolongamento da utilização da energia nuclear por mais oito anos do que o compromisso de 2001, o que elevaria a 40 anos a vida média das centrais alemãs.

O conselheiro econômico de Angela Merkel, o Presidente da Siemens, Heinrich von Pierer, que disse publicamente considerar viável uma vida útil de 60 anos para as centrais nucleares e chegou mesmo a prever um "renascimento" nuclear na Alemanha. O co-presidente dos Verdes reagiu a estas declarações, afirmando que se trata de "uma provocação e de uma declaração de guerra".

A recente subida dos preços do petróleo relançou o debate sobre a energia e a necessidade de encontrar soluções.

<< Home