E Agora Buratti???


Enquanto isso Palocci fica quietinho... Nem comenta taxa de juros!

Folha de SP.

O presidente da multinacional GTech do Brasil, Fernando A. C. Cardoso, disse ontem que a CEF chegou a perder o controle da negociação de um contrato de R$ 650 milhões, em abril de 2003, por interferência do advogado Rogério i, ex- secretário de Governo em Ribeirão Preto (SP) quando o ministro Antonio Palocci Filho (Fazenda) foi prefeito da cidade. Segundo Cardoso, por causa da interferência, feita à revelia da diretoria da Caixa Econômica, a assinatura do contrato foi adiada em 1º de abril de 2003, ocorrendo apenas sete dias depois. No dia do adiamento, segundo a GTech, Buratti supostamente pediu propina de R$ 6 milhões para permitir a renovação do contrato e, como não foi atendido, agiu para suspender a assinatura. Cardoso não disse a quem, no governo, Buratti recorreu para interferir.

Blog do Cesar Maia

<< Home