Duas Provas da Relação Dantas/Governo Lula:


1. Gushiken diz que não quis aceitar dinheiro de Dantas -caixa 1- para campanha de Lula.
2. Dantas "aplicou" 40 milhões em Valério, (ligado a Delúbio e Dirceu).


Globo.

1. Em depoimento na CPI dos Correios nesta quarta-feira, Gushiken, revelou que havia sugerido ao comitê de campanha de Lula, que não era recomendável aceitar doações do banqueiro Daniel Dantas, do Grupo Opportunity, porque "a postura ética do empresário poderia ser rompida facilmente". Gushiken apresentou à CPI uma série de manchetes de jornais e revistas mostrando acusações contra o empresário.

2. Além da Brasil Telecom, o Grupo Opportunity controlava as empresas Telemig Celular, Amazônia Celular e Brasil Telecom. As três operadoras de telefonia depositaram mais de R$ 40 milhões nas contas da agência de publicidade DNA, de Marcos Valério, no Banco do Brasil.

<< Home