Documento Derruba a Versão dos Fundos


Correio Brasiliense.
Um carimbo do protocolo da Previ, bilionário fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, transformou-se na nova e maior arma da briga entre o banco Opportunity e os grandes fundos de pensão brasileiros, espécie de embrião do escândalo do mensalão. Esse carimbo, datado de 27 de fevereiro de 2003, atesta a existência de algo que os dirigentes dos fundos de pensão vinham negando veementemente até ontem: uma oferta pelas cotas do fundo de investimentos que controla a Brasil Telecom, a Telemig Celular e a Amazônia Celular.

A versão dos fundos, no entanto, se dilui a partir da revelação de 12 cartas enviadas pelo Opportunity entre 2001 e 2003. A do dia 27 de fevereiro de 2003, carimbada às 18h24 por uma funcionária da Previ que se assina Elizabeth, é encaminhada ao presidente da instituição, Sérgio Rosa, e traz o seguinte texto: “Servimo-nos da presente para reiterar nossa consulta acerca do eventual interesse de V.Sas. na alienação das quotas de emissão do fundo CVC/Opportunity Equity Partners - FIA de sua titularidade e, em caso positivo, em que condições tal transação poderia ser realizada”.

O Documento Que Derruba a Versão dos Fundos



Blog do Cesar Maia

<< Home