DO Fundo de Pensão Para o PT do Mensalão: O Circuito das Águas


Folha de SP.
Darci Rocha, conselheiro da Refer (fundo de pensão dos ferroviários), denunciou uma tentativa de desvio de R$ 19 milhões da entidade para financiar campanhas petistas. A acusação foi feita em reunião, na semana passada, com o secretário-adjunto da SPC (Secretaria de Previdência Complementar) Leonardo Paixão. Segundo o conselheiro, R$ 10 milhões seriam destinados à campanha para reeleição de Marta Suplicy na Prefeitura de São Paulo; R$ 5 milhões iriam para a campanha do deputado Jorge Bittar a prefeito do Rio de Janeiro e os R$ 4 milhões restantes seriam destinados a candidatos aliados do deputado federal Carlos Santana (PT-RJ), sem especificar quais.

Engenheiro aposentado da Rede Ferroviária Federal, Darci Rocha repetiu, em entrevista por telefone à Folha, a acusação que fez na reunião da SPC. Segundo ele, o deputado e mais sete pessoas ligadas a ele reuniram-se em fevereiro e março do ano passado com o intuito de terceirizar a carteira de investimentos de renda fixa da Refer, de R$ 1,7 bilhão. O esquema, segundo o conselheiro, foi batizado de ""Circuito das Águas", em referência ao envolvimento de um corretor de nome Haroldo Almeida Rego, o Haroldo Pororoca. No suposto esquema também fariam parte o ex-secretário de Comunicação do PT Marcelo Sereno e o deputado Carlos Santana, acusou Rocha.
Blog do Cesar Maia

<< Home