Dick Morris - II: Governo e Mídia


11. Antes da rápida proliferação dos noticiários de TV os eleitores delegavam seu voto a grupos de interesse. Isso não ocorre mais. Não mais.

12. Os políticos que pensam que os meios de comunicação são todo-poderosos, estão enganados. Se pensam que podem manipular os meios de comunicação estão também enganados.

13. A mídia joga um papel central na hora de trazer a atenção pública para as dores privadas e as necessidades das pessoas reais. Mas, a mídia não é tão boa na hora de estabelecer prioridades a respeito das preocupações do público e o que fazer com elas.

14. Os editores caminham em zig-zag.

15. São os políticos que propõem prioridades e soluções. Depois a mídia as leva a público. Mas, a mídia sobreestima seu poder de mover os eleitores. A evidência mostra que o público decide suas prioridades de forma bastante independente da mídia. Presta-se atenção ao que se quer à margem do que a mídia acha que é importante. Os eleitores vêem a mídia como uma espécie de grupo de pressão não mais objetivo que os outros.

16. O público é diligente na hora de escolher as notícias que lhe importam. Inclusive quando a mídia está decidida a não dar ou dar relevância a um tema.

<< Home