Curiosa Coincidência! Coincidência?


Hoje o Governo resolveu abrir o capital do IRB. O fez antes de quebrar o monopólio. Ou seja fez o jogo do Bradesco. Veja a matéria do início do ano.

Istoé Dinheiro

A guerra pelo comando do IRB

Disputa pelo mercado de resseguros abate presidente da estatal e abre espaço para a privatização


16/02/2005

Em São Paulo, há ainda outra batalha de bastidores entre Bradesco, Unibanco e Itaú. Há cinco anos o Bradesco vem comprando ações do IRB no mercado.

Hoje tem 42% das preferenciais e 22% do capital total. Por essa razão, nos últimos meses Unibanco e Itaú se juntaram a fim de convencer o ministro Palocci a quebrar o monopólio do IRB e enfraquecer a posição do Bradesco. A privatização não estava na pauta. A luta agora é para decidir o que virá antes – se a quebra do monopólio ou a privatização do IRB, temas distintos. O Bradesco aceita abrir o mercado para as companhias internacionais. Desde que a privatização venha antes.

<< Home