CPI já estava de olho em vereador do Rio


Ver nota anterior sobre o escândalo dos Fundos de Pensão e PCdoB-RJ e PT-RJ

Sexta-feira, 26 de AGOSTO, 2005

PCdoB e o Fundo de Pensão da Cedae -empresa de saneamento do Estado do Rio.

Um doador de campanha eleitoral do PCdoB no Rio -Dudu -Carlos Eduardo Lemos- despertou a curiosidade de membro da CPI. Ele foi nomeado por Marcelo Sereno para ser gerente de investimentos da PRECE (Fundo de Pensão da Cedae) no governo Benedita da Silva. Marcelo Sereno conheceu Dudu através de parlamentar do PCdoB. Este parlamentar -segundo diz a assessoria de antigo ministro da previdência- fez de tudo para evitar a intervenção na PRECE, pois isto tiraria a liberdade do fundo gerir como quisesse suas aplicações e investimentos. Os parlamentares do PCdoB tem passado esta crise -calados- quase clandestinos. Mas agora pode ser que tenham que vir à baila.

<< Home