Como Diz Lavagna:


Câmbio baixo é bom para o credor externo. Como diz Lavagna: Câmbio e risco seguem a mesma trilha. Câmbio baixo produz emprego lá fora!

Ag. Estado.

O ex-ministro Mendonça de Barros, afirmou que o dólar ainda pode cair mais, para algo entre R$ 2,10, R$ 2,20. Segundo ele, a queda do dólar reflete a necessidade de se baixar os juros. “O mercado de câmbio está dizendo aos berros que os juros estão errados no Brasil e portanto nós precisamos reduzir as taxas de juros.

Este processo de valorização do real ganhou mais fôlego quando o BC passou essa imagem de que vai levar um século para poder trazer os juros para um nível mais baixo”, avaliou. Com relação à reunião do Federal Reserve amanhã, Barros disse não temer que uma decisão do Fed venha a influenciar na liquidez internacional. “Tenho medo com o ano que vem”, disse o ex-ministro. Para ele, em 2006 os Fed Funds devem “subir muito”.

<< Home