Comentário: Tendência de Opinião Pública


O resultado de mais uma pesquisa do Ibope, só faz confirmar o que já se sabe. Quando há uma tendência de opinião pública e outro fator destacado se apresenta, aquela tendência é interrompida e se transforma em uma reta, horizontal. Foi o que ocorreu com a questão Severino. Pelo menos 10% dos eleitores passaram a achar esta questão a mais importante. Porém se os fatos anteriores voltam a mobilizar a opinião pública, a tendencia anterior retoma seu curso. Depois da renúncia de Severino e ainda por uns dias até a escolha do próximo presidente, aquela horizontal permanecerá.

Depois, as CPIs seguem, conclusões são tomadas, cassações de deputados do PT -especialmente Dirceu- vem ao noticiário, fatos novos e antigos que comprometem Lula e seu governo, retornam e a tendência anterior de rejeição a ele é retomada. Neste sentido -este oxigênio- Lula deve a Severino. Agora volta a luta pela opinião pública com a oposição ajustando o foco e o PT e o governo tentando criar outro foco. Dois dados adicionais chamaram a atenção na pesquisa.

1) o fato de ter tido o dia 10 como ponto medio, muito longe da data da publicação. 2) há espaço para surgir outra candidatura pois -mesmo tomando junho como referência- Lula cai mas ninguém cresce.

A comparação Lula x FHC leva a uma conclusão. FHC não será eleitor importante em 2006 e menos ainda candidato forte.

<< Home