Comentário: Entrada da Turquia na UE

A União Européia não conseguiu encontrar um consenso sobre a entrada da Turquia na organização no encontro dos embaixadores de relações exteriores dos países membros, em Bruxelas ontem. O encontro foi adiado depois da insistência da Áustria que as negociações com Ancara poderiam começar apenas se fosse incluída também a oferta de associação alternativa.

A Grã-Bretanha, que tem a presidência rotativa da UE convocou um outro encontro dos ministros de relações exteriores dos países membros para domingo.A Turquia, seria o primeiro país membro pobre e, sobretudo, muçulmano, da organização. A GB apoia a associação plena da Turquia, que disse não aceitar negociar uma associação que não seja plena.

O impasse continua em grande parte porque a situação na Alemanha depois da eleição não ficou definida e há um alto nível de incerteza na França devido à fraqueza do atual governo e às eleições presidenciais daqui a dois anos com um dos candidatos prováveis, Sarkozy, sendo contrário à adesão da Turquia.

<< Home