Comentário: Eleições na Argélia


97,37 dos eleitores argelinos aprovaram, no referendo de ontem, o projeto da carta presidencial para «a paz e a reconciliação nacional», que envolverá uma anistia ampla e irrestrita aos responsáveis pela guerra civil nos anos 90 (150.000 mortos e milhares de desaparecidos). Não espanta nem a aprovação da iniciativa de Bouteflika, nem a alta percentagem dos votos em seu favor. Na Argélia, sempre as propostas presidenciais são seguidas por uma absurda quase totalidade dos eleitores.

Blog do Cesar Maia

<< Home