Começa a debandada nos partidos envolvidos no mensalão

Estado de Minas.
PL espera debandada com saída de Alencar


O PL de Minas sofrerá diversas baixas, nas próximas semanas. A desfiliação do vice-presidente José Alencar e o instinto de sobrevivência eleitoral prenunciam uma debandada no partido. Inflado artificialmente, há dois anos e meio, o PL está diante de um impasse: tem a segunda maior bancada federal de Minas, com nove cadeiras (três a menos que o PT), mas estima que conseguirá eleger, se tanto, sete parlamentares em 2006. Hoje, deputados federais se reunirão para discutir os rumos da legenda. A decisão torna-se tão mais urgente quanto difícil, dada a proximidade do prazo legal final para que candidatos mudem de legenda, no dia 30 deste mês.

<< Home