Chavez Não Admite Esperar: Revolução Já!



Discussão entre presidentes para ver se assinam um documento inócuo !

Ag. Estado.

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, surpreendeu e irritou seu anfitrião Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da primeira reunião de cúpula da Comunidade Sul-americana de Nações (Casa) ao negar-se a assinar os documentos finais do encontro. Chávez negou-se a assinar o documento por discordar da estrutura frágil do novo bloco da América do Sul e só mudou de posição depois de uma intervenção do ministro das relações exteriores, Celso Amorim, e dos presidentes Lula e Alejandro Toledo, do Peru.

Chávez insistia na aprovação da criação de uma comissão estratégica, uma das 20 propostas que havia apresentado conjuntamente com o governo do Uruguai. "Não aceitamos que se diga que há uma estrutura consensual aqui. Não é assim", afirmou Chávez. "Isso não é um plano estratégico. Não há prazo definido. Só boas intenções", disse. Amorim argumentou que os presidentes não estavam naquele momentoassinando um tratado, mas, sim, uma declaração política.

Em resposta a Amorim, Chávez disse: "Estamos repetindo esquemas fracassados. Há sete anos eu venho para reuniões como estas nas quais recebo bons livros, mas a realidade não muda.

<< Home