Brasília ---> Suíça!


Estado de SP de domingo no Blog do Noblat.

Extratos telefônicos do PP obtidos pelo jornal o Estado de São Paulo revelam pelo menos 146 ligações no final de 2002 e ao longo de 2003 de números da sigla em Brasília para Zurique, coração financeiro da Suíça e conhecido paraíso fiscal. Metade desses telefonemas foram feitos do celular de Valmir Crepaldi, contador e funcionário da tesouraria do partido que também é suplente do Diretório Nacional do PP. As ligações partiam de quatro números diferentes, todos registrados em nome do PP. Dois deles da sede do partido na capital federal e outro do escritório do Movimento do Trabalhador Progressista, ligado à legenda.O último número é o celular de Crepaldi. Na Suíça, eram três os números de destino. Dois são de Macher (um fixo e um celular) e outro é uma linha do Bar e Restaurante Penalty, registrada em nome de Jeanpierre Walliker. O restaurante, na verdade uma casa de apostas, também fica em Zurique. Somente entre os dia 16 de dezembro e 8 de janeiro, o celular do tesoureiro ligou 76 vezes para a Suíça.

<< Home